Konya: Turquia | Que Ver e Fazer | Visitar Konya

KONYA, é uma das cidades mais desenvolvidas e mais populosas da Turquia e a capital da província homónima da região da Anatólia Central.
Situa-se a uma altitude média superior a mil metros, sensivelmente a meio caminho entre Ancara (a capital, a norte) e Antália (a sudoeste), a cerca de 300 kms de ambas, e a pouco mais de 600 kms de Istambul (a noroeste).

De acordo com os Atos dos Apóstolos (Bíblia, Novo Testamento), os apóstolos Paulo e Barnabé pregaram em KONYA, como em Perge, nas suas viagens missionárias nas primeiras décadas do cristianismo.

KONYA: Tópicos neste artigo

  • KONYA: Como chegar
  • KONYA: Que Ver
    • COLINA
    • PARQUE ALAEDDIN
    • MONUMENTO E MESQUITA ALAEDDIN
    • MADRAÇAS
      • Ince Minari
      • Karatay
    • MEVLANA
      • Museu
      • Mesquita Selimiye
  • KONYA: Que Fazer
    • CARAVANÇARAI
    • SHISHA
    • CHÃ

KONYA: Como Chegar

♦  Distâncias: KONYA dista cerca de: 622 km de Istambul; 262 km de Ancara; 305 km de Antália; 556 km de Esmirna (Izmir); 240 km da Capadócia (Göreme).

De avião: O aeroporto de KONYA fica a cerca de 18 km do centro da cidade;
De comboio: A linha de alta velocidade estabelece ligação com a capital, Ancara, em 1h30m;
De carro: A partir de Antália, pela via D400, tomando depois as vias D695 e 696; desde Ancara, pela vias D750 e D715, em direção a KONYA;
Bus: A estação de bus de KONYA tem ligações com múltiplos destinos e cidades como Ancara, Istambul, Izmir ou Antália;
Excursão: A cidade integra muitos dos roteiros turísticos de e para a Capadócia, a partir de Antália ou de outros pontos do país.

KONYA: Mapa

Mais sobre a TURQUIA:  
>> ISTAMBUL | Que Ver e Fazer
>> Hagia Sophia/Santa Sofia: Istambul
>> ANTÁLIA: Que Ver e Fazer
>> PERGE: Que Ver e Fazer

KONYA: Que Ver

1. COLINA

KONYA. Avenida Alaeddin com a Torre Seljuk de 42 pisos, ao fundo

A colina no centro de KONYA, a partir da qual irradiam as principais artérias da cidade, além de lugar panorâmico, possui belos jardins e trilhos pedestres, um parque histórico e um monumento e mesquita dedicados a Alaeddin.

2. PARQUE ALAEDDIN

O parque Alaeddin, como que uma grande rotunda no alto da colina, proporciona, dada a sua posição privilegiada, excelentes panorâmicas sobre a cidade.
É colorido e extremamente aprazível, com espaços ajardinados, trilhos e esplanadas onde é possível descansar, beber um chã ou fumar shishsa.

3. MONUMENTO E MESQUITA ALAEDDIN

Monumento_alaeddin
mesquita_Alaeddin_Konya

É ainda na colina que se situam, o monumento a Alaeddin, e a mesquita Alaeddin, um dos mais antigos monumentos de KONYA.

4. MADRAÇAS

Junto à alameda que circunda a colina ficam as madraças, Ince Minari e Karatay, antigas escolas ou local de estudos islâmicos, entretanto transformados em espaços museológicos.

4.1 INCE MINARI

Minarete_ince_Minari
Ince_Minari_Konya

A madraça Ince Minari (que significa, minarete fino), deve o seu nome ao elegante minarete revestido de azulejos azuis envernizados que, no início do séc. XX, foi destruído por um raio em cerca de metade da sua altura original. A parte restante conserva muita da sua beleza que é também evidente na magnífica decoração do portal, típica da arte seljúcida da segunda metade do séc XIII.

Funciona como museu da escultura.

Konya_Madraca

4.2 KARATAY

Quase ao lado da madraça Ince Minari, a menos de 500 metros, encontra-se a madraça Karatay que foi convertida em museu da cerâmica.
A planta interior é semelhante à de Ince Minari, possuindo, como esta, um belo portal de mármore policromado através do qual se acede a um pátio interior com uma cúpula de 12 metros de diâmetro.

5. MEVLANA

A partir do centro e da colina, uma larga avenida faz a ligação com a praça Mevlena, a cerca de 1 km.
A praça é dominada pelo complexo Mevlana, um sumptuoso conjunto arquitetónico composto pelo Museu, com a sua elegante cúpula esverdeada, pela mesquita Selimiye e minaretes, e uma biblioteca, acoplada mais tarde.

5.1 MUSEU MEVLANA

O Museu Mevlana é, além de espaço museológico, lugar de peregrinação, por nele se encontrar o mausoléu do poeta e mestre espiritual sufi Mevlana, ou Rumi, do sév XIII.

O museu instalado numa antiga abadia da ordem dos Dervixes Rodopiantes (praticantes do sufismo islâmico), é facilmente identificado pela cúpula verde revestida de cerâmica.

5.2 MESQUITA SELIMIYE

Mevlana_Konya

Ao lado do museu, a mesquita Selimiye, do séc. XVI, exibe elegantes minaretes e uma cúpula central de grandes dimensões, característicos da arquitetura otomana clássica.

O interior é ricamente decorado, destacando-se, para além da cúpula central, os magníficos candeeiros, o mihrab (nicho semicircular que indica a direção de Meca) em mármore azul e o púlpito em mármore branco.


KONYA: Que Fazer

1. HOROZLUHAN – CARAVANÇARAI

Konya_Horozluhan

Perto de KONYA, a menos de 9 km, o caravançarai de Horozluhan justifica uma visita e, sendo possível, uma paragem para degustação do menu original do seu restaurante.
Os caravançarais (literalmente palácio de caravanas) eram estalagens de apoio aos comerciantes, onde era possível repousar e guardar em segurança gado e mercadorias, ao longo da Rota da Seda e da vasta rede de outras rotas comerciais que cruzavam a Europa, a Ásia, o Médio Oriente, o norte de África.

2. DERVIXES RODOPIANTES

Konia_dervixe
KONYA. Estátua em bronze representando um dervixe rodopiante

Os espetáculos de dança – Sema – dos Dervixes Rodopiantes, com origem em KONYA, remontam ao séc. XIII, constituindo hoje um cartaz turístico um pouco por toda a Turquia.
Com indumentária apropriada, ao som de música, os dançarinos executam movimentos giratórios, rodopiam, usando a linguagem corporal como expressão da sua união com Deus, num êxtase místico que, acreditam, lhes permite atingir o nirvana.

3. SHISHA

As shishas, xixas, ou narguilé, usualmente conhecido como cachimbo de água, constituído por um fornilho onde arde o tabaco e um reservatório de líquido, em geral, água, de onde sai um tubo comprido através do qual passa o fumo antes de ser inalado.
É frequente verem-se fumadores de shisha em bares e esplanadas, uma prática que a globalização vem alargando ao Ocidente.

4. CHÁ

Um outro hábito turco bem mais saudável é o da ingestão de chá a qualquer hora do dia onde quer que se esteja. De tal modo que, esta espécie de bebida nacional se comercializa mesmo nos locais mais improváveis.
Uma infusão sempre reconfortante mesmo em viagem.

⇑ Topo

OUTRAS SUGESTÕES:
>> EGITO: Roteiro de Viagem
>> ESCÓCIA: Roteiro de Viagem
>> ISLÂNDIA: Roteiro de Viagem
>> PICOS DA EUROPA | Roteiro
>> ANDALUZIA | Roteiro de Viagem
>> CANTÁBRIA: Santillana del Mar
>> PAÍS BASCO | Roteiro de Viagem
>> CATALUNHA: Barcelona | Lleida

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: