Monforte | Que Ver e Fazer | Visitar Monforte

MONFORTE é uma vila e concelho pertencente ao distrito de Portalegre, no Alto Alentejo, situada sobre um monte forte sobranceiro à Ribeira Grande a emoldurar a paisagem lá em baixo na planície.

Monforte_Alentejo
Panoramica_Monforte

O concelho é constituído pelas freguesias de Monforte, Assumar, Santo Aleixo e Vaiamonte, tendo sido declarado Zona de Proteção Especial (ZPE), uma área de importância comunitária onde devem ser observadas medidas de manutenção e conservação das aves selvagens e dos seus habitats.

Outras Zonas Protegidas :
>> Castro Verde | Reserva da Biosfera
>> Douro Internacional | Parque Natural
>> VALE DO GUADIANA | Parque Natural
>> NOUDAR | Parque de Natureza | Barrancos
>> Alqueva | O Grande Lago

MONFORTE: Roteiro

MONFORTE: Como Chegar

♦  A partir de Évora, 73 km/0h50m – pela EN18, depois A6 (direção Estremoz/Elvas), deixando esta pela saída 7, para entrar no IP2 (direção Estremoz/Portalegre);
♦  A partir de Lisboa, 200 km/2h00m – pela A2 (Ponte 25 de Abril) ou pela A12 (Ponte Vasco da Gama), depois pela A6, deixando esta na saída 7 para entrar no IP2 (direção Estremoz/Portalegre);
♦  A partir de Faro, 245 km/2h35m – pela A22 (direção Portimão/Lisboa), depois A2 (saída 10, direção Messines/Lisboa), A6 (saída 7, Espanha/Évora), saindo nesta para o IP2 (saída 7, Estremoz/Portalegre), até MONFORTE.

MONFORTE situa-se a meio caminho entre as cidades de Estremoz e Portalegre, ligadas pelo IP2.


MONFORTE: Que Ver

1. ROSSIO DE MONFORTE

A zona baixa de MONFORTE situa-se num belíssimo vale atravessado por uma ribeira, sobre a qual se destaca uma elegante e bem preservada ponte romana, junto ao IP2.
Dispersas no vale, vêem-se as Igreja de Nossa Senhora da Conceição, a barroca Capela do Calvário e a Capela de S. João Batista, do séc. XVII/XVIII.

Monforte_Alentejo
MONFORTE. Igreja de N. S. da Conceição (em 1º plano) e Capela do Calvário

2. IGREJA DE N. S. DA CONCEIÇÃO

Classificada como Imóvel de Interesse Público, a Igreja de Nossa Senhora da Conceição é um exemplar de arquitetura religiosa seiscentista, de nave única, com capela-mor mais estreita, evidenciando, no exterior a arquitetura mudéjar quinhentista, com ameias e coruchéus nos remates e contrafortes laterais.

3. CAPELA DO CALVÁRIO

A Capela do Calvário é um templo de arquitetura barroca, de planta em cruz grega, com o braço correspondente à zona posterior prolongado, provavelmente do séc. XVII, da qual resta o portal maneirista.

4. PONTE SOBRE A RIBEIRA DE MONFORTE

Monforte_ponte_romana
Ponte_tomana_Monforte
Torre_Monforte
MONFORTE. Torre-portagem e Ponte sobre a Ribeira de Monforte

A Ponte sobre a Ribeira de MONFORTE, classificada como Imóvel de Interesse Público, é uma estrutura de comunicação pedonal e rodoviária com torre-portagem, situada no troço de vias que ligavam as cidades de Lisboa e Mérida.
É uma construção ampla, com 63 mts de comprimento e entre 3 a 2,7 mts de largura, provavelmente dos séc.s II a IV d.C, com cinco arcos de volta perfeita de diferentes vãos que diminuem de altura e largura do arco central para os laterais.

5. RIBEIRA DE MONFORTE

Monforte_Ribeira_Grande
Ribeira_Grande_Monforte
Monforte_Ribeira_Grande

A Ribeira de Monforte, ou Ribeira Grande, é um curso de água que corre no sopé do monte (forte) onde se ergue a vila de MONFORTE.
É um elemento estruturante do espaço nas suas envolventes ambiental e histórica, com vegetação diversa ao longo das suas margens, aprazíveis como zonas de lazer e piquenique.

6. ESTAÇÃO ARQUEOLÓGICA DE TORRE DE PALMA

Torre_Palma_Monforte
Ruinas_Torre_Palma
T

Datadas do séc. I, as ruínas da Estação Arqueológica de Torre de Palma, a cerca de 5 km do centro de MONFORTE, revelam uma villa romana, que no início tinha funções predominantemente agrícolas. Foi depois ampliada para recolhimento e lazer da família Basilli, com termas e salas para banhos quentes, tépidos e frios, tendo perdurado até ao séc. V.
As ruínas de Torre de Palma evidenciam ainda o que resta de uma basílica paleocristã e um raro batistério.


MONFORTE: Que Fazer

1. ZONA DE PROTEÇÃO ESPECIAL DE MONFORTE

Portalegre_Monforte
Monforte_cegonhas
Monforte_avifauna
Zona de Proteção Especial de Monforte (ZPE). Na imagem, dois sisões

A ZPE – Zona de Proteção Especial de Monforte, é uma área protegida de 1887,25 ha, abrangendo os concelhos de MONFORTE e Fronteira, criada tendo em vista a conservação de aves estepárias nidificantes, como a abetarda e o sisão, e outras, como o milhafre-real, a calhandra-real, a calhandrinha, o rolieiro, o tartaranhão-caçador, o peneireiro-cinzento.

Uma zona onde predominam as pastagens em regime extensivo e áreas cerealíferas extensivas e semi-intensivas, olivais tradicionais e montados de azinho, com pastagens e cereal.

2. PERCURSOS PEDESTRES EM MONFORTE

Portalegre_paisagem

PR1 MFT – Percurso entre Ribeiras

Tipo de percurso: Circular
Início e Fim: Monforte (ponte romana)
Coordenadas: 39º03’27,24” N 7º26’35,04” W
Distância: 4,6 km
Duração: +/- 1h45m
Grau de Dificuldade: Baixo

Um percurso plano, atravessando um montado denso de azinheiras, olivais e terrenos agrícolas, e cursos de água: Ribeira Grande, Ribeira do Freixo, Ribeira do Cubo, até à Ponte Velha, ponto de retorno, que se faz ao longo da margem direita da Ribeira Grande.

Flora_Portalegre

PR2 MFT – Rota da Necrópole Megalítica de Monforte

Tipo de percurso: Linear
Início: Praça da República, Monforte
Fim: Antas de Rabuje
Distância: 13,4 km (ida e volta)
Duração: +/- 4h30m
Grau de Dificuldade: Médio

Percurso com início na Praça da República e passagem pelas ruínas do castelo, descendo depois o Caracol de MONFORTE até ao Rossio, fazendo o trajeto das igrejas e da ponte romana, e seguindo depois junto à Ribeira Grande, por entre montado e olivais, até ao conjunto megalítico das Antas de Rabuje.

Monforte_rebanho

GR42 MFT – Grande Rota dos Montes de Monforte

Tipo de percurso: Circular
Início e Fim: Monforte (ponte romana)
Coordenadas: 39º03’27,24” N 7º26’35,04” W
Distância: 30,5 km
Duração: +/- 11 horas
Grau de Dificuldade: Elevado

Partindo da Ponte Romana sobre a Ribeira Grande, o percurso desenvolve-se ao longo de extensas áreas de montado de azinheiras e sobreiros, olivais, pastos e montes, pelo Vale Marmeleiro, por Vaiamonte e Monte das Freiras, entrando na ZPE-Zona de Proteção Especial de MONFORTE, a caminho da Estação Arqueológica de Torre de Palma.

Ribeiras_Portalegre

3. ARRONCHES e FRONTEIRA

Se ainda sobrarem forças e energia para mais dois pequenos passeios pelas vilas de Arronches e Fronteira, ambos a apenas 20 km de MONFORTE, a vista agradece!

OUTRAS SUGESTÕES:
>> Alandroal | Que Ver e Fazer | Visitar Alandroal
>> Terena | Que Ver e Fazer | Visitar Terena
>> Monsaraz | Que Ver e Fazer | Visitar Monsaraz
>> Moura | Que Ver e Fazer | Visitar Moura
>> Mourão | Que Ver e Fazer | Visitar Mourão

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: