Castro Verde | Reserva da Biosfera | Visitar Castro Verde

CASTRO VERDE é um concelho do Baixo Alentejo, no distrito de Beja, situado numa zona conhecida como Campo Branco, uma vasta planície interior que se prolonga de encontro à Serra do Caldeirão.
O seu território de 567,2 km2 e cerca de 8000 habitantes, possui uma grande diversidade de valores naturais e culturais, únicos e de elevado interesse regional, nacional e internacional, sendo Reserva da Biosfera UNESCO por constituir um “Ecossistema Humanizado de Alto Valor Natural”.
A Reserva da Biosfera de Castro Verde é a única a sul do Tejo e a 11ª em Portugal.

Panoramica_Castro_Verde

Uma Janela Sobre a Planície

Logo_Castro_Verde

Marcos nas bermas das estradas que conduzem aos limites do concelho, delimitando as suas fronteiras, com o logotipo de CASTRO VERDE, sob o lema “Uma janela sobre a planície”.

Castro_Verde_Campo_Branco
Planicie_Castro_Verde
Ribeira_Castro_Verde

CASTRO VERDE é uma terra onde é profunda e milenar a relação simbiótica entre o Homem e a Natureza, associada à criação de gado e ao cultivo de cereais de sequeiro, que originou um habitat rico e variado onde, entre outras espécies, surgem aves como a abetarda, o sisão e o peneireiro-das-torres.

Fauna_Castro_Verde
Criacao_gado_Castro_Verde

A Reserva Biológica de CASTRO VERDE situa-se sensivelmente a meio caminho entre o Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, no litoral, e o Parque Natural do Vale do Guadiana, no interior.
O concelho tem uma localização privilegiada na ligação do norte ao sul do país, sendo atravessado pela Faixa Piritosa Ibérica, de que faz parte o couto mineiro de Neves-Corvo.

OUTRAS RESERVAS DA BIOSFERA :
>> Corvo Açores
>> Flores Açores
>> Transfronteiriça Gerês-Xurés
>> Santana Madeira
>> Transfronteiriça Meseta Ibérica
>> Fajãs de S. Jorge Açores

CASTRO VERDE: Roteiro

CASTRO VERDE: Como Chegar

Eixos rodoviários de ligação:
♦  a Lisboa (190 km) – A2, EN2 (por Aljustrel) e IC1 (pela Estação de Ourique);
♦  a Faro (100 km) – A22, A2 (saída 12, direção Beja/CASTRO VERDE);
♦  a Évora (120 km) e Beja (42 km) – IP2;
♦ a Mértola (45 km) e ao Litoral alentejano (70 km) – EN123;
♦ a Almodôvar (22 km) – EN2.


CASTRO VERDE: Que Ver

1. PORCO ALENTEJANO

Rotunda_Castro_Verde

Com a simplicidade das coisas simples, CASTRO VERDE elege evocar numa das suas rotundas, elementos característicos da sua paisagem: as árvores das suas planícies e dos seus montados de sobro, de azinheiras, de castanheiros; e o porco alentejano.

É nestes montados, onde as bolotas são a base de uma dieta saudável, que ocorre o acabamento e engorda do Porco de Raça Alentejana (Sus Ibericus), uma das raças autóctones portuguesas, cujo habitat natural, a sul de Portugal, abrange toda a região Alentejana.

2. BASÍLICA REAL DE CASTRO VERDE

Jardim_Castro_Verde
Basilica_Real_Castro_Verde
Castro_Verde_Basilica
CASTRO VERDE. Interior da Basílica Real. Painel de azulejos evocativo de D. Afonso Henriques

A Basílica Real de Nossa Senhora da Conceição, matriz de CASTRO VERDE, é um monumento grandioso de fachada robusta com duas torres sineiras, encomendado por D. João V nos inícios do séc. XVIII, que deve o seu título à glorificação da realeza e da lenda e imaginário associados à Batalha de Ourique e a D. Afonso Henriques.

No interior, há um conjunto notável de painéis de azulejos evocativos da Batalha de Ourique e um magnífico altar-mor de talha dourada, um acervo patrimonial que só não é mais notável por entretanto terem “extraviado”: órgão, altares laterais, relicários, alfaias, e o mais que se adivinhe ou desconheça.

3. IGREJA DAS CHAGAS DO SALVADOR

Igreja_Chagas_Castro_Verde

A Igreja das Chagas do Salvador, vulgarmente chamada de Nossa Senhora dos Remédios, é um templo medieval igualmente ligado aos mitos e lendas em redor da Batalha de Ourique.
Refeita de ruínas no séc. XVII, terá sido instituída por voto de D. Afonso Henriques na sequência da batalha vitoriosa sobre os cinco reis mouros.

5. OBELISCO DE CASTRO VERDE

Castro_Verde_pelourinho
CASTRO VERDE. Praça do Município. Obelisco em memória da Batalha de Ourique

O obelisco da Praça do Município de CASTRO VERDE, erigido em 1792, conserva do original, o pedestal e o medalhão de jaspe com a efígie de D. Maria I.
O pedestal conserva inscrições alusivas à aparição de Jesus Cristo a D. Afonso Henriques na véspera da Batalha de Ourique.
O conjunto, assenta sobre cinco degraus circulares, sendo rematado por uma estrutura piramidal encimada por uma coroa.

5. SILABÁRIO DA ESPANCA

Castro_Verde_Silabário

Descoberto na freguesia de Santa Bárbara de Padrões, o Silabário da Espanca é um pedaço de rocha que tem gravadas na parte superior 27 letras, símbolos de origem fenícia, dos séc. V/IV a.C., que terão constituído a “Escrita do Sudoeste”, um dos mais antigos abecedários conhecidos na Europa.


CASTRO VERDE: Que Fazer

1. FAIXA PIRITOSA IBÉRICA

1.1 MINA DE NEVES-CORVO

Faixa_Piritosa_Alentejo

O facto de CASTRO VERDE se encontrar na rota mineira entre Aljustrel e Mértola, integrantes da Faixa Piritosa Ibérica que se estende por mais de 200 km entre Setúbal e Sevilha, em Espanha, terá contribuído decisivamente para o povoamento desta região desde provavelmente há 5000 anos atrás.
No último quartel do séc. XX, teriam início os trabalhos de prospeção e exploração da Mina de Neves-Corvo, na freguesia de Santa Bárbara de Padrões.

Uma visita a estes complexos mineiros e ao seu património, muito dele musealizado, como nos casos das minas de Aljustrel e de S. Domingos, em Mértola, permite perceber as vicissitudes de uma atividade que marcou e continua a marcar indelevelmente a paisagem destas regiões.

2. PARQUE NATURAL DO VALE DO GUADIANA

Panoramica-Pulo-obo

3. PARQUE NATURAL DO SW ALENTEJANO

Zambujeira-Mar-panoramica

Como vimos a Reserva da Biosfera de CASTRO VERDE encontra-se sensivelmente a meio de dois belíssimos Parque Naturais: Sudoeste Alentejano e Costa Vicente, no litoral, a cerca de 70 km; e Vale do Guadiana, no interior, onde o rio faz fronteira com Espanha, a cerca de 40 km.
Pelas razões que expusemos nos posts respetivos, são dois excelentes locais para explorar e conhecer.

OUTRAS SUGESTÕES DE VISITA:
>> Alandroal | Que Ver e Fazer | Visitar Alandroal
>> Terena | Que Ver e Fazer | Visitar Terena
>> Redondo | Que Ver e Fazer | Visitar Redondo
>> Vila Viçosa | Que Ver e Fazer | Visitar Vila Viçosa
>> Monsaraz | Que Ver e Fazer | Visitar Monsaraz
>> Mourão | Que Ver e Fazer | Visitar Mourão
>> Moura | Que Ver e Fazer | Visitar Moura

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: