Istambul | Que Ver e Fazer | Visitar Istambul

ISTAMBUL, antiga Bizâncio, ex-Constantinopla, sucessivamente capital do Império Romano do Ocidente e do Império Otomano, com uma localização estratégica no Bósforo, entre os Balcãs e a Anatólia, é a maior cidade da Turquia e uma das mais populosas do mundo.

Dividida pelo estreito do Bósforo que liga o Mar Negro ao Mar da Mármara (com ligação ao Mar Egeu e ao Mediterrâneo) e marca o limite entre a Europa e a Ásia, ISTAMBUL é uma cidade transcontinental, além de uma cidade global como Nova York, Paris, Londres ou Tóquio, e uma megacidade com mais de 15 milhões de habitantes.

Com um valioso património histórico, político, religioso, das artes, de mais de 2.000 anos, as Zonas Históricas de Istambul são Património Mundial UNESCO desde 1985.

ISTAMBUL: Dicas Úteis

♦  Moeda: Lira turca. É possível trocar Euros por Liras ou levantar diretamente nas caixas automáticas.
♦  Língua: Turco. Não sendo usual o uso da língua inglesa (exceto em alguns locais turísticos), é fácil comunicar com os turcos.
♦  Documentos: Passaporte com validade mínima de seis meses e visto, que pode ser pedido na reserva, através da embaixada da Turquia, ou à chegada no aeroporto do destino.
Como Chegar: O Aeroporto de ISTAMBUL situa-se a cerca de 47 km do centro da cidade. A ligação com a praça Sultanhamet é assegurada pela linha de bus IST-20, a cada 30 minutos, em 1h44m. A estação ferroviária central de Sirkeci – inaugurada em 1890 como estação terminal do Expresso do Oriente – situa-se junto à extremidade sul da ponte Gálata, próximo da zona histórica.
♦  Hora local: GMT/UTC +3. (No horário de verão, a diferença é de 2 horas).
♦  Clima: Mediterrânico de transição com o húmido subtropical, com verões longos, quentes (temperaturas médias diurnas de 28°C) e húmidos, e invernos chuvosos, frios (temperaturas médias entre 3°C e 8°C), por vezes, com neve.
♦  Gastronomia: Muito rica e variada, onde não faltam azeite, alho e pão; o borek (rolos de pão recheados); o prato de peixe acompanhado de raki (bebida à base de anis); a baclava (tipo de pastel de massa filo banhada em xarope ou mel, com recheiro de nozes, avelãs, sementes de sésamo ou outros grãos triturados), servida como sobremesa.

ISTAMBUL: Localização

ISTAMBUL: Roteiro


ISTAMBUL: Que Ver

0. SULTANAHMET

ISTAMBUL. Praça Sultanahmet: Mesquita Azul (à esq.) e Hipódromo de Constantinopla. Pintura de Jean-Baptiste Vanmour, séc XVIII.
ISTAMBUL. Praça Sultanahmet, na zona do antigo Hipódromo de Constantinopla

Sultanahmet é verdadeiramente o centro histórico de ISTAMBUL, cujas Zonas Históricas foram declaradas Património Mundial UNESCO.
É neste bairro, em seu redor e em redor da praça, que encontramos os monumentos mais célebres da cidade: o Museu Basílica de Santa Sofia, a Cisterna da Basílica, a Mesquita Azul, o Hipódromo de Constantinopla, o Palácio e Museu Topkapi, o Grande Bazar.

1. HIPÓDROMO DE CONSTANTINOPLA

Constantinopla-Hipodromo

A gravura, de 1580 [incluída na obra De Ludis Circensibus (Veneza, 1600), de Onofrio Panvinio], mostra as ruínas do Hipódromo de Constantinopla.
Dos ornamentos da espinha central do circuito, à volta da qual corriam cavalos, bigas e quadrigas, permanecem os três monumentos abaixo:

– Na foto da esquerda (em 1º plano), a Coluna Murada, originalmente revestida com placas de bronze roubadas durante a Quarta Cruzada (1202-1204), deixando a nu os blocos de pedra da construção;
– Na foto do meio, a Trípode de Delfos (ou de Plateias), mais conhecida como Coluna Serpentina, que na parte superior tinha 3 cabeças de serpente suportando uma bola dourada, que também desapareceu durante a Quarta Cruzada. Situa-se entre a Coluna Murada e o Obelisco de Teodósio;
– Na foto da direita, o Obelisco de Teodósio, em granito rosa, erigido sobre um pedestal de mármore, correspondente apenas à parte superior do obelisco original erguido no Templo de Karnak, em Luxor, no Egito, dividido em três partes para ser transportado para Constantinopla.

NOTA: Como se percebe pelas fotos, todos estão cerca de 2 metros abaixo do nível do solo da praça Sultanahmet, sobre o que terá sido o piso original do Hipódromo.

2. MESQUITA AZUL

Jardins-Mesquita-Azul

A Mesquita Sultanahmet, mais conhecida como Mesquita Azul, em estilo clássico otomano, é outro dos mais famosos monumentos de ISTAMBUL.
No início do séc. XVII, o sultão Amade (Sultanahmed, em turco), quis construir uma mesquita que rivalizasse com a monumentalidade da Basílica de Santa Sofia.

A Mesquita Azul, é a única da cidade com seis minaretes, o que marca a sua importância, com 43 metros de altura e uma sumptuosa decoração interior, rica e harmoniosa, com belos vitrais e azulejos de tons e cor azul. No exterior, sobressaem os jardins e os arranjos florais muito bem cuidados.

3. MUSEU HAGIA SOPHIA

Ao lado da Mesquita Azul a fantástica Basílica de Santa Sofia.
Construída entre os anos 532 e 537, o atual Museu de Santa Sofia, em ISTAMBUL, é considerado o expoente máximo da arquitetura bizantina, famoso sobretudo pela sua notável cúpula e pelos seus mosaicos cristãos raros.
Foi durante quase um milénio a maior catedral do mundo. É museu desde 1935, guardando mais de quinze séculos de história que podemos admirar como se percorrêssemos a fita do tempo, como mostramos em
==> Hagia Sophia: Istambul | Visita Guiada .

4. CISTERNA DA BASÍLICA

A Cisterna da Basílica (Yerebatan Saray, em turco), fica do outro lado da rua junto à Basílica de Santa Sofia. Foi mandada construir pelo imperador Justiniano, em 542, para satisfazer as necessidades de água do então Grande Palácio Bizantino, ao lado do Hipódromo.
É a maior das cisternas de ISTAMBUL, com 336 elegantes colunas romanas de 8 metros de altura sob arcos e cofres em tijolo, numa área aproximada de 9.800 m2.
Duas das colunas têm na base uma cabeça de Medusa (uma invertida, outra deitada), figura mitológica que transformava em pedra quem se atrevesse a olhá-la.

5. TOPKAPI: Palácio e Museu

ISTAMBUL. Palácio Topkapi. Em 1º plano, a estátua do corsário Turgut Reis

Por trás do Museu Basílica de Santa Sofia, o Museu Palácio de Topkapi é um enorme complexo de edifícios de arquitetura otomana, composto por grandes pátios, palácio, zonas cerimoniais e privadas que cobrem uma área de 700 mil m2. Num promontório sobre o mar da Mármara, é uma cidade dentro da cidade de ISTAMBUL.

Construído para residência oficial do sultão logo após a conquista de Constantinopla, em 1453, serve atualmente, após mais de quatro séculos, como espaço museológico aberto ao público.

NOTA: Existem razoáveis evidências de que, a forma atual da baclava, uma iguaria turca, tenha sido desenvolvida nas cozinhas imperiais do Palácio Topkapi.

6. MESQUITA NURUOSMANIYE

Istambul-Nuruosmaniye
ISTAMBUL. Mesquita Nuruosmaniye, numa das entradas do Grand Bazar

A pouco mais de 1 km do Palácio Topkapi e do Museu Santa Sofia, entre a Mesquita Nuruosmaniye e a entrada do campus da Universidade de ISTAMBUL, situa-se um dos mais antigos e maiores mercados cobertos do mundo: o Grande Bazar.

7. GRANDE BAZAR

Foto-Grande-Bazar
GRANDE BAZAR. Foto de Jean Pascal Sébah, 1890
ISTAMBUL. Grande Bazar. Rua dos Joalheiros

Situado dentro da muralha defensiva de Constantinopla, o Grande Bazar tem mais de 4.000 lojas organizadas por ramo de negócio ao longo de 61 ruas cobertas (ex.: rua dos joalheiros), numa área a 30.000 m2. Onde ninguém se perde, apesar da sensação de se estar num labirinto gigante.

Com centenas de milhares de visitantes diários, o Grande Bazar é uma das principais atrações turísticas no mundo.

8. UNIVERSIDADE DE ISTAMBUL

Próximo do Grande Bazar, na praça Beyazit, a bela arquitetura do portão da entrada principal do campus da Universidade de ISTAMBUL, que evoluiu para instituição de ensino superior a partir da Escola Teológica (Madraçal) instituída a partir de 1453, data da conquista muçulmana de Constantinopla.

9. MESQUITA SÜLEYMANIYE

Suleymaniye-mesquita

A Mesquita Süleymaniye, ou Solimão, situa-se por trás da Universidade de ISTAMBUL e é considerada a mais bela das mesquitas imperiais da cidade.
De meados do séc. XVI, integra as Zonas Históricas de Istambul classificadas Património Mundial UNESCO.

De planta quadrada, com 4 minaretes, 128 janelas, das quais 32 na grande cúpula (26,5 metros de diâmetro e o dobro em profundidade) suportada por colunas, arcos e apoiada em quatro pernas de elefante rosa. Uma construção magnífica inspirada em Hagia Sophia.

Ocupando uma posição altaneira na colina debruçada sobre o Corno de Ouro, a Mesquita Süleymaniye destaca-se na linha do horizonte da cidade, sendo facilmente identificável em quase todas as imagens de ISTAMBUL.

10. BAZAR DAS ESPECIARIAS

Especiarias-Istambul

Também conhecido como Bazar Egípcio, o Bazar das Especiarias, é outro dos locais emblemáticos de ISTAMBUL. Ao lado da Mesquita Yeni, na extremidade da Ponte Gálata (na desembocadura do Corno de Ouro, onde se situava o principal porto da antiga Constantinopla), próximo da estação ferroviária central Sirkeci.

Sem a dimensão do Grande Bazar é, ainda assim, um dos maiores mercados da cidade e um dos mais procurados para compra de produtos locais, frutos secos, doces e, naturalmente, especiarias, além de flores e aves, no exterior.

De arquitetura otomana, com 88 lojas, em dois pisos, o Bazar das Especiarias é sobretudo referido como um prazer para os sentidos, uma experiência sensorial única resultante dos cheiros intensos das especiarias, do arranjo colorido das bancas e do irresistível apelo à degustação de iguarias locais.

11. PONTE GÁLATA

A Ponte Gálata, sobre o estuário do Corno de Ouro, liga, como vimos, o lado sul ao lado norte da parte europeia de ISTAMBUL.

A ponte é da última década do séc. XX, e tem ao longo dos seus 490 de extensão amplas zonas pedonais de ambos os lados, onde se acumulam pescadores à linha, num cenário pitoresco que convida a atravessá-la a pé. Por baixo do tabuleiro principal, existem duas plataformas suspensas com áreas pedonais, lojas e zona de restauração, a que se acede na zona central e nas extremidades.

12. TORRE GÁLATA

E se, do lado sul, domina a Mesquita Süleymaniye, do lado norte, é a Torre Gálata que sobressai dentre o casario do bairro homónimo.

A Torre Gálata é uma estrutura medieval, construída pelos genoveses em meados do séc. XIV. Tem 66,9 metros de altura e um diâmetro interior de 8,95 metros, com 9 pisos, estando os superiores reservados a espetáculos, restaurante e café.
O miradouro, a 51,65 metros de altitude, proporciona vistas privilegiadas sobre ISTAMBUL, o Corno de Ouro, o Mar da Mármara, o Bósforo.

13. MURALHAS DE CONSTANTINOPLA

As Muralhas de Constantinopla ou Muralhas Bizantinas, é o conjunto de estruturas defensivas construídas por Constantino na capital do Império Romano do Oriente, atual ISTAMBUL.

A maioria dessas fortificações mantiveram-se intactas durante o período otomano, mas a expansão da cidade levou à demolição de uma parte delas. A que sobreviveu permanece um testemunho importante da história da cidade.


ISTAMBUL: Que Fazer

São inúmeras as atrações turísticas e variadas as atividades que podem ser usufruídas em ISTAMBUL, que incluem passeios pedestres, passeios de barco, ou mesmo banhos turcos.

1. MAR DA MÁRMARA

Marmara-Istambul

A marginal ao longo do Mar da Mármore é uma sugestão de passeio pedestre bem relaxante e descontraída, com vistas fantásticas que, com sorte, pode mesmo incluir um bando de golfinhos recreando-se ao largo.

2. BÓSFORO

O Bósforo é um estreito com quase 30 km de comprimento que, como referimos, que liga o Mar do Norte ao Mar da Mármara, e estabelece a separação entre os continentes europeu (a oeste) e asiático (a este), ligados por duas pontes, com cerca de 1 km.

Os passeios de barco no Bósforo é uma das atividades frequentes e preferidas dos turistas em ISTAMBUL, sendo a oferta variada, em excursões mais curtas ou mais longas, de dia ou de noite.

3. CHÁ TURCO

O chá turco é verdadeiramente uma bebida nacional, bebe-se a qualquer hora em qualquer lugar. Pode até beber-se com uma sande de peixe preparada num dos barcos flutuantes atracados a uma das esplanadas do estuário. Ambos saberão bem, e os turcos são convincentes.

4. BANHOS TURCOS

Patio-Suleymaniye

O chá como os banhos turcos, ou hamame, são parte da cultura turca.
O banho turco consiste num banho em ambiente quente cheio de vapor.O Hamame de Süleymaniye, que integra o complexo da Mesquita, é um dos banhos turcos mais antigos da cidade, misto, aberto a casais e famílias, podendo incluir massagens e lavagens esfoliantes.
Um ritual muito apreciado pelos turcos, também em ISTAMBUL.
A que nos associaremos, agora, sem esforço.

⇑ Topo

13 thoughts on “Istambul | Que Ver e Fazer | Visitar Istambul

Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: