Ilha da Madeira | Roteiro de Viagem |Visitar Madeira

MADEIRA é um arquipélago português situado no Oceano Atlântico, 978 km a sudoeste de Lisboa, 700 km a ocidente da costa africana e 450 km a norte das Canárias.
A ilha da MADEIRA e a ilha de Porto Santo, são as maiores ilhas do arquipélago, composto ainda pelas Desertas (três ilhas) e pelas Selvagens (três ilhas e dezasseis ilhéus), que constituem Reservas Naturais.

Mapa-Madeira-Porto Santo-Desertas
Ilhas de Porto Santo, Madeira e Desertas. 1843. Museus Reais de Greenwich

A floresta indígena Laurissilva da MADEIRA é Património Mundial Natural da Humanidade UNESCO, desde 1999, considerada uma relíquia viva e um sítio de Valor Universal Excecional. Ocupa uma superfície de 15.000 ha (20% do total da ilha).

Informações Úteis:

  • Como chegar – Os principais acessos à MADEIRA são o Aeroporto Internacional da Madeira, em Santa Cruz (cerca de 20 km, 20 minutos, do Funchal), a gare marítima do Funchal e o Aeroporto do Porto Santo.
    As ligações entre as ilhas da Madeira e Porto Santo (71 km), são asseguradas por avião (6 minutos) e ferry (2h15m).
  • Transportes – Na ilha da MADEIRA operam várias empresas rodoviárias que asseguram ligações entre muitos pontos da ilha. Alternativamente, é possível alugar carro, com e sem condutor.
  • Festividades – A Festa da Flor, a Festa do Vinho (final de agosto/princípio de setembro), a Festa da Anona, o Festival do Atlântico (em junho), o Rali Vinho da Madeira (final de julho/princípio de agosto), o fogo de artifício, na passagem de ano, o Carnaval, fazem parte dos principais cartazes turísticos da ilha da MADEIRA.
  • Gastronomia – As lapas, os caramujos (burriés) e outros mariscos, as espetadas em pau de loureiro, a carne de vinho-e-alhos, os filetes de peixe-espada preto, os bifes de atum e de polvo, acompanhados com milho frito e o tradicional pão do caco, são petiscos de eleição que podem completar-se com bolo e broas de mel ou pudim de maracujá, acompanhados com vinho Madeira, poncha, nikita, pé de cabra, ou aguardente de cana.
  • Artesanato – São famosos os Bordados e Vimes da MADEIRA, as Botas de Vilão, e instrumentos musicais como o rajão, a braguinha e o brinquinho.
  • Clima – Temperado marítimo, ameno, com humidade moderada e temperaturas médias, do ar, entre 25ºC, no verão, e 17ºC, no inverno, e da água do mar, entre 22ºC, no verão, e 18ºC, no inverno.

MADEIRA: Roteiro pela ilha

MADEIRA: Que Ver

1.  FUNCHAL

Funchal é a capital do arquipélago da MADEIRA, famosa pelo clima, pelo vinho, pelo artesanato, pelo fogo de artifício na passagem do ano, pela Sé, do sé. XVI.

Baia-FunchalMercado-Lavradores-Funchal

A Baía do Funchal, o Mercado dos Lavradores, as ruas, ruelas, praças e jardins, os “carros de cesto” e a panorâmica excecional da cidade a espraiar-se em cascata até ao Monte, aqui em

==>  ROTEIRO pela cidade do FUNCHAL

2.  MACHICO

O Machico é um concelho da ilha da MADEIRA, a cerca de 25 km do Funchal, e a 5 km, a norte, do Aeroporto Internacional.
Miradouros como o do Pico do Facho, permitem apreciar o vale magnífico, com vista sobre a baía do Machico e a península da Ponta de São Lourenço.

Machico-Madeira

As Levadas: Caniçal-Boca do Riso, Portela-Ribeiro Frio, Castelejo-Porto da Cruz; as Veredas do Larano, das Funduras, da Ponta de São Lourenço; ou as praias de areia vulcânica natural, do Caniçal e do Porto da Cruz, podem ser exploradas através dos trilhos pedestres da região.

3.  PONTA DE SÃO LOURENÇO

A Ponta de São Lourenço é uma península no extremo oriental da ilha da MADEIRA, entre o Caniçal e o ilhéu do Farol, numa extensão de cerca de 6 km.
A sudeste, a 29 km, situam-se as Ilhas Desertas.

É um sítio de grande beleza natural, pela sua morfologia longilínea peculiar, de escarpas abruptas ou mais adoçadas coloridas pela variedade de materiais das formações lávicas.
Uma paisagem árida, quase lunar, profundamente contrastante com o restante território verdejante da ilha da MADEIRA.

4.  PORTO DA CRUZ

O Miradouro do Porto da Cruz oferece uma vista magnífica sobre o mar e as encostas verdejantes da ilha da MADEIRA, destacando-se a Penha da Águia, um enorme penedo rochoso580 metros acima do nível do mar.

Porto-da-Cruz

No jardim de Porto da Cruz um busto de homenagem aos Borracheiros, transportadores de vinho que levavam o “borracho” (um saco de pele de cabra) ao ombro. Neste busto, o “borracho” foi substituído por uma pipa.

5.  SANTANA

O concelho de Santana, na costa norte da ilha da MADEIRA, é Reserva da Biosfera UNESCO desde 2011.
Os Percursos da Biosfera, são um meio excelente para contemplar e usufruir deste valioso património cultural e paisagístico, ao longo de mais de 120 km, com destaque para os percursos pedestres da Vereda do Pico Ruivo, da Levada do Rei e da Levada do Caldeirão Verde.

Santana-MadeiraCasas-Tipicas-Santana

As típicas “casinhas de Santana”, com as sua forma triangular e telhados de colmo, também representadas no Parque Temático da Madeira, são o grande ex-libris do concelho, onde também encontramos os pontos mais altos da ilha da MADEIRA, nomeadamente o Pico Ruivo (1862 mts), o Pico das Torres (1851 mts) e o Pico do Areeiro (1818 mts).

6.  SÃO VICENTE

O concelho de São Vicente, situado na encosta norte, entre Santana e Porto Moniz, apresenta impressionantes encostas vulcânicas, escarpadas e erodidas, pelas quais escorrem belas quedas de água que alimentam uma vegetação luxuriante e uma extensa área da Floresta Laurissilva.

Ponta-Delgada-Madeira

Os miradouros ao longo da costa permitem-nos admirar esta paisagem natural de grande beleza, iluminada por magníficos pores do sol, com a fajã de Ponta Delgada a espreitar prolongando-se mar adentro.

7.  PORTO MONIZ

A ligação entre São Vicente e Porto Moniz faz-se por uma estrada escavada na encosta, atravessada por quedas de água que vão de encontro ao mar, com túneis para proteção da queda de pedras, considerada uma das mais bonitas da ilha da MADEIRA. 

Madeira, Porto Moniz

As piscinas naturais de Porto Moniz constituem a principal atração dos turistas que também podem usufruir da visita ao Aquário da Madeira e ao Centro de Ciência Viva.

8.  PAUL DA SERRA

O Paul da Serra, integrado no Parque Natural da Madeira, é o maior e mais extenso planalto da ilha, registando o seu ponto mais elevado no Pico Ruivo do Paul (1640 mts) onde, em dias claros, é possível observar o mar em ambas as costas, norte e sul.

Paul da Serra, estrada

Dada a tipologia dos terrenos, é considerada uma região de extrema importância para a manutenção do sistemas de águas subterrâneas da ilha da MADEIRA.
Aqui têm início várias levadas e percursos pedestres através da Floresta Laurissilva.

9.  CÂMARA DE LOBOS

Câmara de Lobos é uma das freguesias mais antigas da Ilha da MADEIRA, tendo-se tornado importante vila piscatória e, mais recentemente, cidade sede do concelho homónimo, onde se cultiva a maior parte da vinha destinada à produção do famoso Vinho da Madeira.

Camara-LobosBaia-Camara-Lobos

Nos bares e tascas típicas das ruelas da cidade velha junto ao porto de pesca serve-se a tradicional poncha, bebida à base de aguardente de cana-de-açúcar, sumo de limão e mel ou açúcar, misturados com o mexelote, pau da poncha, ou caralhinho.

10.  CABO GIRÃO

O Cabo Girão é uma falésia que se ergue quase a pique sobre o mar, de onde é possível observar as plantações de vinha nas fajãs da sua base.

Funchal-Camara-Lobos-Cabo-Girao

Um ponto privilegiado para uma vista panorâmica sobre boa parte da costa, e as cidades de Câmara de Lobos e Funchal.

11.  CURRAL DAS FREIRAS

O Curral das Freiras é a maior freguesia do concelho de Câmara de Lobos, um local recôndito entalado entre montanhas, a uma altitude de 640 metros.

Dos miradouros do Curral das Freiras, da Eira do Serrado ou do Paredão conseguem-se excelentes vistas panorâmicas sobre um dos locais mais visitados da ilha da MADEIRA.

12.  PORTO SANTO

Apesar da relativa proximidade com a ilha da MADEIRA, o contraste não podia ser mais evidente. No Porto Santo, o clima é semiárido, o solo é arenoso e a pluviosiodade baixa.

Ilha de Porto Santo

As praias de areia dourada de Porto Santo, numa extensão de 9 km, são assim, o grande atrativo da ilha.  


MADEIRA: O Que Fazer

Os trilhos pedestres da ilha da MADEIRA, da Camacha ao Caniço, da Levada das 25 Fontes ou da Levada do Risco, na Calheta, entre dezenas de outros trilhos homologados, são a única maneira de verdadeiramente penetrar naquele que é um património único, a Floresta Laurissilva.

Ao longo de Levadas e Veredas, por entre vegetação indígena diversificada e luxuriante, os caminhos da floresta são um grande cartaz ligado ao turismo de natureza, com uma procura crescente na MADEIRA.

⇑ Topo

33 thoughts on “Ilha da Madeira | Roteiro de Viagem |Visitar Madeira

Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: