Oasis: Egito | Bahariya, Farafra | Visitar Egito

OASIS: Egito

Num país predominantemente desértico, onde 99% da população de quase 100 milhões de pessoas ocupam apenas pouco mais de 5% da área total do território ao longo do rio Nilo, podemos dizer que o Egito é um grande OASIS alimentado pelo caudal do Nilo.

DESERTO BRANCO | DESERTO NEGRO

Dada a relevância social e económica dos OASIS, têm vindo a ser criados novos vales férteis, para além do Vale do Nilo, e dotados de infraestruturas de desenvolvimento local com potencial crescente de atração turística.


PRINCIPAIS OÁSIS EGÍPCIOS

Os OASIS surgem em resultado da existência de água doce em fontes ou lençóis freáticos. No Egito, em grande parte, são obra da longa pré-história do rio Nilo.

Além do seu valor económico, os oásis tinham uma grande importância estratégica nas rota das caravanas de tuaregues e de comércio do Sahara, e até mesmo nas expedições militares.

Siwah, Al-Fayyum, Bahariya, Farafra, Dakhla, Kharga

Como podemos perceber no mapa, os principais OASIS egípcios encontram-se na região do deserto a ocidente do Nilo – Deserto Ocidental.
De norte para sul: SIWAH, AL-FAYUM, BAHARIYA, FARAFRA, DAKHLA e KHARGA.


SIWAH

Siwah, oasis

O OASIS de SIWAH é famoso por nele se situar o templo e oráculo de Amon consultado por Alexandre Magno logo depois de ter conquistado o Egito aos Persas.
O oráculo terá confirmado que o famoso conquistador grego era não apenas filho de Zeus como também filho de Amon, o que era muito conveniente para a sua aceitação pelos egípcios.
Acredita-se que, no regresso, Alexandre Magno terá passado por BAHARIYA.


BAHARIYA

Oasis Bahariya

BAHARIYA é um dos mais importantes oásis do Deserto Ocidental do Egito, um vale rodeado de montanhas, com muitas nascentes de água que tornam a região fértil. Um oásis para os seus habitantes, que vivem essencialmente da agricultura e da aposta crescente nas atividades relacionadas com o turismo.

Nas últimas décadas, sobretudo depois da construção da estrada de ligação ao Cairo numa extensão de cerca de 370 km, o oásis de BAHARIYA tem tido uma explosão de desenvolvimento com a chegada da eletricidade, das comunicações, dos transportes, de pessoas e ideias inovadoras.

No OASIS de BAHARIYA existem um conjunto de infraestruturas hoteleiras e de apoio ao turismo, nomeadamente na organização de tours ao Deserto, sendo o Deserto Negro a principal atração da região.

EL HEIZ junto ao Deserto Negro

El Heiz, Egito

El Heiz, Bahariya Oasis

EL HEIZ é uma aldeia agrícola, um pequeno oásis algures entre os picos do Deserto Negro, que usa energia solar e diversas tecnologias de economia e reciclagem da água, a cerca de 40 km a sul de BAHARIYA.

O recente Centro de Educação da Água El Heiz, está vocacionado para a gestão da água, a formação sobre o seu uso eficiente e a inovação.

O Centro é diariamente visitado por agricultores, estudantes, professores e turistas a caminho das viagens ao Deserto Negro e ao Deserto Branco.


FARAFRA

O Oásis de FARAFRA situa-se igualmente no Deserto Ocidental, no Egito, entre os oásis de BAHARIYA e DAKHLA, a cerca de 300 km a sul do Vale do Nilo.

Os habitantes de FARAFRA, tal como os de BAHARIYA, vivem essencialmente da agricultura, mas também aqui, nos últimos anos, as atividades relacionadas com o turismo têm experimentado um peso e dinamismo económico crescente.

A principal atração turística de FARAFRA é, sem dúvida, o Deserto Branco, 45 km a norte do oásis.

Neste vídeo mostramos algumas das fotografias que nos deixam rendidos à beleza extraordinária deste pedaço sublime de natureza:


FARAFRA – BAHARIYA

Como vimos, além dos próprios OÁSIS de BAHARIYA e FARAFRA, o Deserto Branco e Deserto Negro são as grandes atrações da região.

Bahariya - Farafra, estrada

A abertura da estrada de ligação entre estas duas localidades, não apenas tornou mais ágeis as comunicações como possibilitou um enorme impulso de desenvolvimento.

Um desenvolvimento que atrai populações e turistas que, ao interesse pela civilização e excecional património arqueológico do Egito juntam a descoberta pela extraordinária beleza do seu património natural.

⇑ Topo

Mais sobre o EGITO:
--> CAIRO Roteiro: De Tahrir às Pirâmides
--> CAIRO Cidade: Que ver Que fazer
--> CAIRO Antigo: Bairro e Museu Copta
--> CAIRO Histórico: Al-Azhar, Cidadela

--> PIRÂMIDES: Gizé e Grande Esfinge 
--> PIRÂMIDES: Sakkara e Dahshur

--> MÊNFIS: Colosso de Ramsés e Esfinge
--> TEBAS: Necrópole | Colossos de Memnon
--> KARNAK: Templo de Karnak 
--> LUXOR: Templo de Luxor
--> VALE DOS REIS: Vale das Rainhas
--> DEIR EL-BAHARI: Templo de Hatshepsut
--> MEDINET HABU: Templo de Ramses III
--> EDFU: Templo de Horus
--> KOM OMBO: Templo de Horus e Sobek
--> ASSUÃO: Barragem e Lago Nasser
--> PHILAE: Templo de Ísis
--> ABU SIMBEL: Templo de Ramsés II

--> EGITO: Cruzeiro no Nilo
--> EGITO: Deserto
--> EGITO: Planear e Organizar Viagem 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: