Edfu: Egito | Templo de Horus | Visitar Edfu

EDFU: TEMPLO DE HORUS

Entre Luxor e Aswan, encontramos dois dos mais importantes templos da era ptolomaica, no Egito: o TEMPLO DE EDFU e o Templo de Kom Ombo, o único templo egípcio de dupla divindade.
São ambos dedicados ao deus falcão Horus, deus do céu, patrono do Egito, símbolo da realeza egípcia.

Mais em ASSUÃO: 
--> ASSUÃO: Barragem e Lago Nasser
--> ABU SIMBEL: Templos de Ramses
--> PHILAE: Templo de Ísis
--> KOM OMBO: Templo de Horus e Sobek 
--> NILO: Cruzeiro no Nilo

EDFU

EDFU, é uma cidade situada na margem ocidental do rio Nilo, a cerca de 110 km a sul de Luxor, 60 km a norte de Kom Ombo e 130 km a norte de Assuão.


TEMPLO DE EDFU

O TEMPLO DE EDFU, dedicado ao deus falcão Horus, está situado de frente para o rio, na margem ocidental do Nilo. É o mais preservado dos templos greco-romanos no Egito.

O estado de conservação e o elevado valor patrimonial e arqueológico do Templo, transformaram EDFU num ponto turístico de justificado interesse.

Em todo o Templo, encontramos gravadas nas paredes abundantes inscrições em hieróglifos ptolomaicos, acerca das funções do templo e das exigências do culto, perpetuando-as para as futuras gerações. Com base nelas, é possível hoje reconstituir as cerimónias que se realizavam no templo, bem como o seu significado.

Templo de Horus, Edfu

Templo de Edfu, entrada principal
TEMPLO DE HORUS, EDFU. Majestoso pilone principal, de fachada decorada, quase intacta, tendo à entrada, duas estátuas de granito do deus falcão Horus

Pátio peristilo, Templo de Edfu

A entrada principal conduz-nos até ao pátio peristilo, assim chamado por estar rodeado de 32 belas colunas ricamente decoradas com motivos florais e representações da vida quotidiana.

Templo de Horus, pátio peristilo
TEMPLO DE HORUS, EDFU. Como se pode observar, a face interior do imponente pilone está decorada com relevos representando a celebração da visita conjugal de Hathor a Horus. Uma grande procissão de barcos ao longo do Nilo, em que tomavam parte muitas outras divindades, dirigia-se de Dendera a Edfu. As festividades duravam duas semanas e terminavam com a coroação de Horus no pátio do templo

Em frente, a Sala Hipostila,

Sala Hipostila, Templo de Edfu

tendo, de cada um dos lados da entrada, vigilantes, as estátuas do deus falcão.
Na estátua maior, Horus usa a coroa dupla do Alto Egito e do Baixo Egito.

A Sala Hipostila deslumbra os visitantes com as suas magníficas colunas florais, de uma beleza extraordinária, artisticamente decoradas, magnificamente conservadas.

Sala Hipostila, Templo de EdfuEdfu, Sala Hipostila, capitéis

Um longo corredor, atravessa vários salões,

Templo de Edfu, corredor Sala Hipostila

e leva-nos até ao santuário do templo.

Barca sagrada e santuário, Templo de Horus
SANTUÁRIO DO TEMPLO DE EDFU. Em primeiro plano, a barca portátil sagrada de Horus. Ao fundo, o nicho de granito altamente polido destinado a guardar uma efígie do deus falcão. A pedra que atualmente suporta a barca sagrada foi encontrada algures no templo

Junto ao santuário e templo de Horus,

uma escadaria leva-nos até ao mammisi, o espaço reservado ao nascimento divino de Harsomtus, filho de Hathor e Horus.

As decorações das paredes no exterior do templo,

Templo de Edfu, decoração exterior

revelam-nos uma arte de representação em relevo egípcia, durante o reinado dos Ptolomeu, de marcada influência grega, tal como é evidente nas decorações que se conservam no interior, e nas que encontraremos no Templo de Kom Ombo.

EDFU e Dendera

Sabemos hoje, que existia uma estreita relação de culto entre o TEMPLO DE EDFU e o Templo de Hathor, em Dendera.
A deusa Hathor, de Dendera, era considerada a esposa de Horus, de Edfu, tendo resultado da sua união o pequeno deus Harsomtus, que assim completava a tríade divina.

Uma das festividades mais populares que ocorriam no TEMPLO DE EDFU, era a da visita conjugal da deusa Hathor, de Dendera, ao deus Horus, em EDFU, como vimos, amplamente documentada nas inscrições do Templo.
A festa realizava-se anualmente, durante duas semanas, numa data fixa, e nela participavam muitas divindades e peregrinos que integravam a grande procissão de barcos que acompanhavam a basca sagrada de Hathor ao longo do rio Nilo, em cujas margens se amontoavam multidões delirantes.
A cerimónia concluia-se com a coroação de Horus no grande pátio do Templo.

⇑ Topo

Mais sobre o EGITO:
--> CAIRO Roteiro: De Tahrir às Pirâmides
--> CAIRO Cidade: Que ver Que fazer
--> CAIRO Antigo: Bairro e Museu Copta
--> CAIRO Histórico: Al-Azhar, Cidadela

--> PIRÂMIDES: Gizé e Grande Esfinge 
--> PIRÂMIDES: Sakkara e Dahshur

--> MÊNFIS: Colosso de Ramsés e Esfinge
--> TEBAS: Necrópole | Colossos de Memnon
--> KARNAK: Templo de Karnak 
--> LUXOR: Templo de Luxor
--> VALE DOS REIS: Vale das Rainhas
--> DEIR EL-BAHARI: Templo de Hatshepsut
--> MEDINET HABU: Templo de Ramses III
--> KOM OMBO: Templo de Horus e Sobek
--> ASSUÃO: Barragem e Lago Nasser
--> PHILAE: Templo de Ísis
--> ABU SIMBEL: Templos de Ramsés 

--> EGITO: Cruzeiro no Nilo
--> EGITO: Deserto
--> EGITO: Oásis
--> EGITO: Planear e Organizar Viagem 

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: