O Mito de Sísifo – Albert Camus

Mito

Relato das proezas de deuses ou de heróis, suscetível de fornecer uma explicação do real, nomeadamente no que diz respeito a certos fenómenos naturais ou a algumas facetas do comportamento humano. – Dicionário Infopédia da Língua Portuguesa

Sísifo

Herói da mitologia grega, filho de Éolo e Enarete, fundador e rei de Corinto. Era considerado o mais astuto dos mortais. Por ter revelado a Asopo que sua filha tinha sido raptada por Zeus, despertou a ira deste que deu ordens a Tanatos, o deus da morte, para o perseguir. Fazendo uso da sua astúcia, conseguiu por várias vezes ludibriar os deuses, pelo que foi condenado a pesado castigo. Teria de empurrar uma enorme pedra até ao cimo de uma montanha, que invariavelmente rolaria encosta abaixo sempre que o topo era atingido. Repetindo este processo até à eternidade.
Sísifo, personifica o herói absurdo e simboliza todo o esforço que é feito em vão.

Os deuses condenaram Sísifo a rolar incessantemente uma rocha até o alto de uma montanha, de onde tornava a cair por seu próprio peso. Pensaram, com certa razão, que não há castigo mais terrível que o trabalho inútil e sem esperança.” – Camus, O Mito de Sísifo.

O Mito de Sísifo – a obra

Sísifo é o herói absurdo. Tanto por causa de suas paixões como por seu tormento. Seu desprezo pelos deuses, seu ódio à morte e sua paixão pela vida lhe valeram esse suplício indizível no qual todo ser se empenha em não terminar coisa alguma. É o preço que se paga pelas paixões dessa terra.” Camus, O Mito de Sísifo.

Sísifo, inspirou o famoso ensaio filosófico de Albert Camus, O Mito de Sísifo, obra onde o autor trata a maldição da condição humana e expõe o essencial do seu pensamento sobre a “filosofia do absurdo”: convida-nos a afrontar a tomada de consciência do absurdo da existência, questionando-nos sobre se o suicídio é a resposta a uma existência assumidamente absurda.
Para Camus o suicídio não supera o absurdo, ele apenas põe fim à vida, destruindo o homem. Nesse sentido, sugere a revolta como resposta ao absurdo, por ela ser contrária à abdicação da vida.

“Só existe um problema filosófico realmente sério: é o suicídio. Julgar se a vida vale
ou não vale a pena ser vivida é responder à questão fundamental da filosofia. O
resto, se o mundo tem três dimensões, se o espírito tem nove ou doze categorias,
aparece em seguida. São jogos.” Camus, O Mito de Sísifo.

Albert Camus – o autor

De Camus pode dizer-se que teve uma vida curta mas muito rica e preenchida. Escritor e pensador prolífico, legou-nos uma obra importante como romancista, dramaturgo, ensaísta, filósofo, jornalista.

– Nasceu na Argélia, a 07 de Novembro de 1913
– Em 1924, recebeu uma bolsa de estudos, por se revelar um estudante exemplar
– Em 1932, contraiu tuberculose que lhe deixou marcas para o resto da vida
– Em 1936, licenciou-se em Filosofia pela Universidade de Argel
– Em 1937, publicou o seu primeiro livro, O Avesso e o Direito
– Em 1942, publicou O Estrangeiro, um dos seus romances mais conhecidos que marca o início da abordagem da temática do absurdo na sua obra, e o ensaio filosófico O Mito de Sísifo
– Em 1947, publicou o seu terceiro romance, A Peste
– Em 1951, publicou a coletânea de ensaios, O Homem Revoltado
– Em 1956, publicou A Queda, o último livro de ficção publicado em vida
– Em 1957, recebeu o Prémio Nobel da Literatura
– Em 1960, morreu em França, num acidente de viação..

Considerado um dos maiores escritores e pensadores do séc. XX, consta que Albert Camus, na intimidade dos seus amigos, afirmava com frequência que “nada é mais escandaloso do que a morte de uma criança e nada mais absurdo do que morrer num acidente de automóvel”.

(Este post está referenciado em  Postal da Bósnia e em Sísifo – Miguel Torga.)

 

2 thoughts on “O Mito de Sísifo – Albert Camus

Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: