Valeta: Malta | Que ver Que fazer | Visitar Valeta

Valeta, a capital de Malta

Chegamos a VALETA de transporte público. É eficiente, barato e cobre toda a ilha. O bilhete único, abrange qualquer rota e pode ser reutilizado em viagens sucessivas nas duas horas seguintes à aquisição. A frota modernizada sacrificou a circulação dos coloridos e charmosos autocarros de outros tempos.

Autocarro típico em Valeta, Malta

Autocarros em Valeta, Malta

VALETA é uma península, guardada por um complexo impressionante de imponentes muralhas tendo o Forte de St. Elmo no extremo, que separa dois portos naturais. De um lado, Marsamxett Harbour, onde podemos apanhar o ferry para Sliema; e, do outro, Grand Harbour, tido como um dos portos mais bonitos do mundo.

 

A capital de Malta, é a mais pequena cidade capital e a primeira cidade planeada, da Europa, com uma área total inferior a 1 Km2.

VALETA é Património Mundial pela Unesco.
Será Capital Europeia da Cultura em 2018.
Um museu a céu aberto.

Valleta City Gate

Porta da cidade de Valeta, Malta

Parlamento na capital Valeta, em Malta

Teatro de Valeta, Malta

As Portas da Cidade, com o novo edifício do Parlamento maltês e o Teatro de VALETA, onde se casam arquitetura moderna e clássica.

À direita, fica a sede do governo e a principal colina da cidade, que visitaremos depois de conhecermos o miolo da cidade; em frente, a

Triq Ir-Repubblika

Rua Principal de Valeta, Malta

a rua da República, que nos recebe com uma mensagem de boas-vindas. Via principal, que se prolonga pela praça de S. Jorge até ao Forte de St. Elmo, onde se concentram as principais lojas, restaurantes, cafés e bares, de par com a igreja de St. Bárbara, o Museu Nacional de Arqueologia, o Museu do Brinquedo, entre outros:

Café/Bar

Café em Valeta, Malta

Igreja de S. Francisco de Assis

Igreja de S. Francisco em Valeta, Malta

St John´s Co-Cathedral

St John's Co-Cathedral em Valeta, Malta

Co-Catedral de S. João, porque, nos primórdios do séc. XIX, o Bispo de Malta passou a poder usá-la como sé alternativa à sé de Mdina, anterior capital do país.

O interior magnífico, ricamente decorado no apogeu do barroco, guarda um dos seus maiores tesouros, o óleo Decapitação de João Baptista, de 1608, do pintor italiano Caravaggio. Acolhe, ainda, a sepultura de António Manoel de Vilhena, 66º Grão-Mestre da Ordem de Malta, considerada a mais sumptuosa dos Grão-Mestres. O nobre português, que governou a ilha de 1722 a 1736 e terá sido muito estimado pelos seus contemporâneos, criou inúmeras instituições de caridade, mandou construir o Teatro Manoel, o Forte Manoel e o palácio Vilhena, residência de verão do Grão-Mestre, em Mdina.

Deixando a espaços a rua principal, vamos subindo e descendo escadarias e ruas que se desenvolvem no desenho da cidade planeada e se inclinam em direção ao mar, e descobrindo muitos outros motivos de interesse:

Rua em Valeta, Malta

Edifício em Valeta, Malta

St Paul’s Pro-Cathedral

Pro-Catedral de S. Paulo, em Valeta, Malta

Escadaria em Valeta, Malta

Pro-Catedral de S. Paulo, que o mesmo é dizer, igreja equiparada a catedral. Igreja anglicana, de notável torre, dedicada ao santo padroeiro responsável pela conversão de Malta ao cristianismo, que aqui terá naufragado a caminho de Roma.
Ao cimo da bela escadaria, a

Igreja das Carmelitas

Igreja das Carmelitas em Valeta, Malta

Teatro Manoel

Teatro Manoel em Valeta, Malta

tido como o segundo mais antigo teatro da Europa, ainda em atividade, mandado construir, como referimos, pelo nobre português António Manoel de Vilhena, Grão-Mestre da Ordem de Malta.

Biblioteca Nacional

Biblioteca Nacional de Valeta, em Malta

guarda um acervo importante de documentos oficiais, ou pertencentes à Ordem de Malta, coleções particulares, e algumas preciosidades como os Incunábulos, livros impressos nos primórdios da imprensa, até 1500.

St George’s Square

Praça de S. Jorge, em Valeta, Malta

praça de S. Jorge, coração da cidade velha, onde se situam, à esquerda, o palácio da Guarda, e à direita, o

Grand Master´s Palace

Palácio do Grão-Mestre, em Valeta, Malta

o palácio do Grão-Mestre, com a sua magnífica varanda. Alberga a presidência da república e o Armoury, arsenal considerado uma das mais importantes coleções de armas do mundo, originária da Ordem Militar de Malta.

A reorganização deste arsenal, foi iniciativa de outro português, Manuel Pinto da Fonseca, 68º Grão-Mestre da Ordem, de 1741 a 1773, que também foi responsável pela reconstrução do

Auberge de Castille

Auberge de Castille, em Valeta, Malta

situado no alto da principal colina de Valeta, um miradouro natural que nos proporciona vistas deslumbrantes.

O edifício é sede do governo de Malta, e exibe o busto do nobre português no cimo da entrada pela larga escadaria, devidamente resguardados por duas peças de artilharia pesada.

Na mesma praça encontramos o Centro S. James Cavalier, a igreja de St. Catarina e a

Igreja de N. S. das Vitórias

Igreja de N. S. das Vitórias, Valeta-Malta

a primeira igreja construída em VALETA, datada de 1566.

Já no alto da colina, podemos visitar, do lado do porto de Marsamxett, o jardim Hastings Gardens, apreciar as imponentes muralhas e espraiar o olhar em frente sobre a baía, a ilha Manoel e a cidade de Sliema. Do lado oposto, Upper Barrakka Gardens, um pequeno jardim que nos proporciona vistas únicas sobre o Grande Porto de VALETA, e as cidades de Birgu, Senglea e Bromla, na outra margem.

Aproveitamos o momento, e os bancos junto dos elegantes arcos do jardim Upper Barraka, para ver em redor e repousar o olhar maravilhado:

Upper Barraka Gardens, Valeta-Malta

Vista do porto de Valeta-Malta

Vista do grande porto de Valeta-Malta

Elevador Jardins Upper Barraka, em Valeta-Malta

Marginal e Jardins Upper Barrakka, Valeta-Malta

o jardim-miradouro, a bateria de canhões medievais que saúdam os navios de cruzeiro com salvas de morteiros, a magnífica baía, o moderno elevador que permite acesso rápido entre o jardim e a marginal.
Sob o jardim e a bateria os Lascari War Rooms, complexo de túneis e câmaras onde se instalou o quartel-general que conduziu a defesa da ilha durante a II Guerra Mundial.

Prosseguimos em direção ao

Lower Barrakka Gardens

Estátua de Enea, Valeta-Malta

cenário para a estátua de Enea, personagem da Ilíada, de Homero, e herói da Eneida, de Virgílio, citado por Dante Alliguieri, em A Divina Comédia, na sua visita ao Inferno e ao Purgatório.
O famoso personagem da mitologia greco-romana, filho de Afrodite (a romana Vénus), saúda todos os que chegam por mar, entrando no porto de Grand Harbour.
Do jardim podemos ver o

Memorial do Sino do Cerco

Memorial do Sino do Cerco, Valeta-Malta

que homenageia os malteses vítimas da Segunda Guerra Mundial.

Ao fundo, no extremo da entrada da baía fica o

Forte de St. Elmo

Forte de St. Elmo, Valeta-Malta

fortificação militar de imponentes muralhas, onde está instalado o National War Museum, o Museu Nacional da Guerra.

Rendidos à beleza da cidade, à afabilidade das suas gentes, à identidade construída sobre influências e universos culturais diversos, à arquitetura dos edifícios e monumentos, ao colorido das varandas rendilhadas, ao colosso das fortificações, às baías magníficas, vamos deixar que o dourado do pôr do sol penetre o ocre basáltico dos edifícios e se espraie pelo azul magnífico de céu e mar

Vista da cidade e porto de Valeta-Malta

Forte Manoel visto de Valeta-Malta

Pormenor das ilhas vizinhas de Valeta-Malta

Lusco-fusco sobre a capital Valeta-Malta

enquanto partimos, ao lusco-fusco, para outras paragens, à descoberta de Mdina, Marsaxlokk, Gozo, de que falamos aqui em:

– MDINA – Malta

– Marsaxlokk, Bugibba – Malta

– GOZO, Comino – Malta

⇑ Topo

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: