Londres Viagem | Museus e Galerias | Visitar Londres

“Quando um homem está cansado de Londres, ele está cansado da vida”.

A frase do escritor e poeta Samuel Johnson, foi proferida no séc. XVIII, numa época em que LONDRES não tinha ainda atingido os quase 9 milhões de habitantes e o estatuto de uma das capitais mais visitadas e mais cosmopolitas do mundo.

Porque a verdade, é que LONDRES cansa! Cansa de um cansaço feito de fruição e prazer. Um cansaço que repousa na imensa e variada oferta de diversão, lazer e cultura, que permanentemente acontecem por toda a cidade, ao ar livre ou nas centenas de espaços públicos e privados.

LONDRES Roteiro

Um Roteiro pela cidade dos autocarros vermelhos e dos táxis pretos,

de que falamos em  LONDRES… De Transporte Público ,

dos parques e dos jardins,

de que falamos em  LONDRES… Pelos Parques Reais ,

dos monumentos, dos mercados, das lojas, dos concertos, dos bailados, do teatro, do cinema, da moda, do design, das exposições, da arte urbana, dos museus e galerias, conforta o nosso cansaço e não deixa que nos cansemos da vida!

LONDRES: Museus e Galerias

Razão por que propomos um roteiro, cultural, pelos museus e galerias,

dos mais visitados do mundo, principais atrações da cidade, quase todos gratuitos! (como os sete primeiros que referenciamos de seguida):

BRITISH MUSEUM

o MUSEU BRITÂNICO é, desde há vários anos, a principal atração da cidade, mantendo em exposição permanente uma percentagem do seu acervo de quase 8 milhões de peças correspondentes a uma das maiores coleções de antiguidades do mundo, que atrai anualmente cerca de 7 milhões de pessoas.

Localizado a norte de Chinatown e Covent Garden, onde podemos igualmente visitar o London Transport Museum, a National Portrait Gallery, ou Sir John Soane’s Museum. E um pouco mais a norte, o Sherlock Holmes Museum e o Museu de Cera Madame Tussauds.

TATE MODERN

o MUSEU NACIONAL DE ARTE MODERNA, é tido como o museu do seu género mais visitado do mundo. Alberga obras dos artistas mais renomados do séc. XX, como Pablo Picasso, Salvador Dali, Andy Warhol, Mark Rotko. Está instalado numa antiga Central Elétrica em frente da Catedral de S. Paulo, na margem oposta do Tamisa.

Por perto, encontraremos ainda Shakespeare Globe, The Shard (a enorme torre de vidro em forma de pirâmide) e The Monument (O Monumento ao Grande Incêndio de Londres, em estilo dórico romano).

NATIONAL GALLERY

a GALERIA NACIONAL é um dos museus de arte mais conhecidos e visitados do mundo. Possui mais de 2.300 pinturas, de meados do séc. XIII até ao ano de 1900, de Giotto a Cézanne, Rembrandt, Tiziano, Vélasquez, Van Gogh, Michelangelo.
Situado em plena Trafalgar Square, próximo de outra praça famosa Piccadilly Circus, e do Ripley’s, Believe it or Not!, um museu de objectos incríveis recolhidos nos lugares mais exóticos.

NATURAL HISTORY MUSEUM

o MUSEU DE HISTÓRIA NATURAL, está instalado num edifício monumental que acolhe uma coleção monumental de 70 milhões de espécies, incluindo as espécies recolhidas por Darwin, no que é considerado o maior acervo de história natural do mundo, de enorme interesse histórico e científico.

Próximo de Hyde Park, Kensington Gardens, Royal Albert Hall, e a apenas alguns metros de

SCIENCE MUSEUM

o MUSEU DE CIÊNCIA abriga mais de 300.000 objetos que transportam os visitantes pelo fantástico universo da ciência e da tecnologia. Uma viagem que também pode ser interativa e, por isso, bem mais fascinante e didática para as crianças e jovens, mas não menos interessante para os mais crescidos.
Como vimos, situa-se a alguns metros de Natural History Museum e de

VICTORIA AND ALBERT MUSEUM

o Museu com o nome da Rainha Vitória e de seu marido, é considerado o maior museu de arte e design do mundo, com uma coleção permanente superior a 4,5 milhões de peças – jóias, roupa, pintura, escultura, móveis, ourivesaria, cerâmica, vidro, metal, entre outras – provenientes de todo o mundo, divididas por 7 pisos ocupando uma área de cerca de 45.000m2.

NATIONAL MARITIME MUSEUM

o MUSEU MARÍTIMO NACIONAL, o maior do mundo no seu género, conta a história da força naval do Reino Unido ao longo dos séculos. Situado em Greenwich, sítio Património Mundial da UNESCO, junto do Parque e do Observatório Greenwich, do palácio Queen’s House, do Royal Naval College, do Cutty Sark, o último dos veleiros para transporte de chá, que chegou a ser adquirido por uma empresa portuguesa em 1895 e usado no transporte de mercadorias entre o continente e as ex-colónias.

LONDRES pelos Museus, Galerias e Artes

MADAME TUSSAUDS MUSEUM

o MUSEU MADAME TUSSAUDS, de LONDRES, é o mais conhecido e possui a maior coleção de todos os museus de cera, incluindo as várias filiais homónimas espalhadas por vários países. Expõe figuras, em cera, de celebridades ligadas às mais diversificadas áreas de atividade no mundo inteiro. Como as de Cristiano Ronaldo e de José Mourinho.
Próximo de Regent’s Park, de Baker Street, e de

SHERLOCK HOLMES MUSEUM

o MUSEU SHERLOCK HOLMES reconstitui a residência e escritório, com todos os adereços, do conhecido detetive e personagem de Londres. A quem, a imaginação do médico e escritor britânico, Arthur Conan Doyle, deu vida e fama, através das 60 histórias que sobre ele escreveu. Uma grande inovação à época e um marco da literatura policial.
Respeitando o autor e o rigor literário, o museu fica na

BAKER STREET

a afamada Rua Baker onde realmente viveram H.G.Wells, escritor prolífico em vários géneros, autor de obras como O Homem Invisível, A Máquina do Tempo, ou A Guerra dos Mundos, e o romancista Arnold Bennet.

Pelo que, do nosso roteiro cultural, também fazem parte:

– os LIVROS

de H.G.Wells, de Arnold Bennet, de Agata Christie, de Shakespeare, de Bertrand Russel, de J.K.Rowling, ou ainda, de um dos maiores escritores de língua portuguesa

Eça de Queiroz,

que em as CRÓNICAS DE LONDRES, nos proporciona um olhar peculiar, humorado, crítico, rigoroso, de impressionante atualidade, sobre a capital do Reino Unido.

– a MÚSICA

que se ensina, que se ouve, que se dança: num dos mais prestigiados conservatórios do mundo – ROYAL ACADEMY OF MUSIC (que possui um museu com importantes coleções de instrumentos, arte e fotografia); numa das mais afamadas Casas de Ópera – ROYAL OPERA HOUSE (que também acolhe Bailado e Orquestra); numa das mais icónicas salas de espetáculos – ROYAL ALBERT HALL.

ROYAL ACADEMY OF MUSIC

ROYAL OPERA HOUSE

ROYAL ALBERT HALL

– as ARTES DE RUA

dos muitos artistas que, por exemplo, dão vida e cor a Covent Garden, característico pelo ambiente acolhedor e pelo colorido das suas varandas floridas, pela decoração das lojas, pelas convidativas esplanadas e terraços dos bares e cafés, pela belíssima arquitetura do seu mercado,

ou ainda, das muitas estátuas e esculturas espalhadas pela cidade

E, por fim, IN THE BEGINNING… começar tudo de novo!

Para rever LONDRES em  Roteiro de LONDRES

Afinal, não estamos cansados.
Nem de LONDRES, nem da vida!

⇑ Topo

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: