O que ver O que fazer em STIRLING

STIRLING porta de entrada das Highlands

São cerca de 55 minutos a viagem entre a estação de caminho de ferro de Waverley, em Edimburgo, e a estação ferroviária de Stirling,

que não possui cacifos ou um espaço reservado à guarda das bagagens!
O mesmo acontecendo com o terminal de bus, um pouco adiante!

ROTEIRO ESCÓCIA:
--> De EDIMBURGO à ILHA DE SKYE

O que não nos impede de meter os pés ao caminho, para cumprirmos um pequeno percurso de cerca de 3 Km, que nos leva ao Castelo, a principal atração da cidade, e nos traz de regresso à central de bus, atravessando o centro histórico.


O Castelo de Stirling fica bem lá no alto, pelo que vamos ter de atravessar a cidade vencendo o declive acentuado das ruas.

Situado acima da cidade velha, sobre um maciço rochoso de origem vulcânica rodeado na sua maior parte por escarpas íngremes e de difícil acesso, o Castelo de Stirling

é um dos maiores e mais emblemáticos castelos da Escócia, pela sua localização estratégica, a sua arquitetura e a sua história.

Do alto da colina e das muralhas, é possível ter uma panorâmica da cidade, dos vales e montanhas em redor, vislumbrar o percurso sinuoso do rio Forth, o proeminente National Wallace Monument, e a bela Stirling Bridge, onde, no séc. XII, sob o comando de William Wallace, elevado à condição de mártir e herói nacional, se travou uma das mais importantes batalhas da guerra de independência da Escócia, cujo exército derrotou o exército inglês.

Estendendo o nosso olhar para norte, descortinamos as montanhas de Loch Lomond e do Parque Nacional Trossachs.

O que ver em STIRLING

Descendo a partir do castelo, para o interior da cidade velha, descobrimos um pouco adiante, à nossa esquerda, Argyll’s Lodging

uma soberba mansão do séc. XVII, que a partir do séc. XIX serviu como hospital militar, depois como pousada de juventude, funcionando atualmente como casa-museu.
O ingresso pode ser adquirido juntamente com o ingresso no Castelo.

Do lado oposto, um pouco abaixo, a Church of the Holy Rude

uma igreja do séc. XII, adjacente ao castelo, e que foi local de batismos e coroações reais.

Ao lado, o Cowane’s Hospital,

um hospital construído no séc. XVII com o dinheiro de um rico comerciante de Stirling.

Adiante o Tolbooth,

um edifício histórico onde primitivamente funcionou o tribunal, a prisão e o Parlamento Escocês, e que hoje é um espaço de artes, teatro, música e diferentes performances. Do alto da sua bela torre, pode-se desfrutar de vistas privilegiadas sobre a cidade.

E, do lado oposto, o Posto de Turismo e a Stirling Old Town Jail,

a prisão vitoriana no centro histórico da cidade velha que substituiu, a partir de 1847, a vizinha Tolbooth, então considerada a prisão com piores condições na Grã-Bretanha.

À medida que vamos descendo, vamos tendo oportunidade de apreciar a magnífica arquitetura medieval da cidade e a exemplar conservação dos edifícios, valorizados pelo asseio e os arranjos cuidados dos espaços verdes, das ruas, ruelas e passeios, numa harmonia que realça toda a beleza do espaço em redor.

Mais próximo do centro, os edifícios e construções vão apresentando uma arquitetura de estilo neoclássico e vitoriano

também patente em edifícios públicos como a Public Library

a Biblioteca Pública de Stirling, ou o Stirling Sheriff Court and Justice of de Peace Court,

o Tribunal da cidade.

A caminho da baixa, no cruzamento das ruas Spittal Street e King Street, o Athenaeum,

uma torre quadrada, com campanário e pináculo, edifício classificado do princípio do séc. XIX, que serviu de biblioteca e foi sede de serviços municipais, na base da qual foi mais tarde acrescentado um alpendre encimado por uma estátua de William Wallace.

O que fazer em STIRLING

Nesta zona da cidade, as vias reservadas exclusivamente a peões convidam a um passeio descontraído por entre a concentração de lojas e serviços.
E uma das atrações, o Thieves Pot, de entrada livre, fica mesmo dentro de um moderno centro comercial que é o único no mundo com uma prisão do séc. XVI, dentro.

Para concluirmos a nossa visita à encantadora cidade medieval que é também porta de entrada das terras altas da Escócia, um breve vídeo oficial de promoção de Stirling,

 

 

que acrescenta sugestões às sugestões que aqui deixamos, antes mesmo de partirmos mais para norte, em direção a PERTH.

⇑ Top

Mais sobre a ESCÓCIA:

--> EDIMBURGO Old Town
--> EDIMBURGO New Town

--> GLASGOW ocidental
--> GLASGOW oriental

--> ABERDEEN
--> PERTH
--> INVERNESS

--> De Inverness a Kyle of Lochalsh
--> De Mallaig a Fort William, Rota do Jacobite
--> De Fort William a Oban

ILHA DE SKYE

--> O que ver O que fazer na ILHA de SKYE
--> O que ver O que fazer em PORTREE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: